macauba_porque
macauba_porque

A palmeira macaúba (Acrocomia aculeata) é uma planta com grande capacidade de produção de óleo por área plantada. Acredita-se que seu potencial de produção seja semelhante à da palma africana (Elaeis guinensis), conhecida no Brasil como dendê.

A macaúba produz, em média, de 3 a 4 cachos de coco por planta/ano.  Considerando os plantios comerciais, no espaçamento 5 x 5m (400 plantas/ha), equivale a uma produção de 24 ton de frutos/ha (aproximadamente 4,8 ton óleo/ha).

À título de comparação, as culturas anuais rendem 0,5 ton óleo/ha (soja) à 1,0 ton óleo/ha (pinhão-manso). Logo as palmáceas são, sem sombra de dúvida, as plantas mais promissoras para produção de óleo.

Além disso, a macaúba é uma planta rústica, adaptada à condições de clima seco definido e pode ser consorciada com pastagens e outras culturas. Assim, o produtor não precisa abandonar sua atividade agropecuária. O sistema de consórcio propicia aumento da renda do produtor, por dois motivos principais: venda de frutos para usina de óleo e aumento da capacidade suporte da pastagem.